Síndicos profissionais têm recebido muito destaque atualmente, mas você sabe o que é e quais são os deveres de um síndico profissional?

Por lei todos os condomínios devem ter um representante legal e o síndico é a figura mais importante em um condomínio, sem ele fica impraticável gerenciar a complexidade de um condomínio. Entretanto, nem sempre se encontra condôminos interessados e preparados para atuar como síndico morador e assumir tantas responsabilidades. É nessa hora que entra o síndico profissional.

Segundo o Novo Código Civil, Lei Federal 10.406/02, é totalmente legal a prática de contratação de um síndico profissional. O prazo de contrato não poderá ser superior a 2 anos, porém poderá ser renovado.

E quais são as atribuições de um síndico profissional? Não é diferente de um síndico morador, veja só a seguir:

  • Administrar o condomínio;
  • Resolver as demandas dos condôminos;
  • Intermediar conflitos que possam acontecer;
  • Gerenciar fundos de reserva;
  • Supervisionar a inadimplência;
  • Planejar o calendário de obras, mudanças e manutenções;
  • Fiscalizar ações judiciais do condomínio;
  • Organizar reuniões, assembleias e enviar comunicados;
  • Notificar condôminos;
  • Assegurar pela preservação das áreas comuns.
  • Organizar a equipe de colaboradores;
  • Garantir a organização e preservação das áreas comuns do condomínio.

O síndico profissional pode trabalhar em vários condomínios e preferencialmente deve ter a formação em Administração de Empresas devido à complexidade que envolve a administração condominial. O sucesso da gestão dependerá da dinâmica do síndico com a administração do condomínio, desse modo, é muito importante uma parceria competente.

E quais são as vantagens de ter um síndico profissional no condomínio? Um síndico profissional tem imparcialidade emocional diante das situações cotidianas com os moradores, uma maior disponibilidade de tempo e além disso, como é um profissional especializado nessa área, possui facilidade em negociações e contratações.