Automação de serviços financeiros pode reduzir custos na sua empresa

Em 2017, a Associação Brasileira de Startups (ABStartup) realizou uma pesquisa com mais de 550 empresas brasileiras com o objetivo de avaliar e entender as principais demandas das mesmas por serviços financeiros.

Na ocasião identificou-se que os serviços mais utilizados nos bancos são os de pagamento de contas e transferências entre contas como pode ser visto na tabela 1.

Serviços

%

Pagamento de contas 14,5%
Recebimentos e transferências por TED/DOC 13,4%
Saque com cartão de crédito em caixas eletrônicos 9,4%
Débito automático em conta corrente 8%
Emissão de boletos bancários registrados 7,8%
Cartão de crédito corporativo 7,5%
Folha de pagamento 5,5%
Outros 33%

Tabela 1. Serviços financeiros mais utilizados nas Startups

Além dos principais serviços, identificou-se que as taxas e tarifas elevadas além da burocracia são as reclamações mais comuns no relacionamento com os bancos. Na sequência, aparece ainda o atendimento ao cliente e o internet banking na lista de principais reclamações.

Com a demanda crescente e difícil relacionamento, será que os bancos continuarão ofertando serviços com a mesma baixa qualidade e com tanta burocracia?

Uma das principais ameaças do setor bancário é sem dúvidas o surgimento de um novo conceito empresarial: As FINTECHS.

Uma FINTECH é uma empresa que alia tecnologia e serviços financeiros com o objetivo de reduzir os custos e a burocracia que atualmente são encontrados nos bancos. Este novo conceito busca automatizar toda e qualquer operação realizada de forma manual pelos bancos, como exemplo: abertura de contas, identificação de pagamentos sem necessidade de ler arquivos remessa e retorno, etc. Desta forma o custo de operação e o risco de erros humanos são minimizados. Consequentemente, as elevadas taxas e tarifas e a burocracia são diminuídas proporcionalmente ao nível de automação existente na FINTECH.

Para se ter uma ideia do impacto que este novo conceito está trazendo para o cenário global, os investimentos neste novo segmento empresarial já passam dos 22 Bilhões de dólares. Só no Brasil já são mais de 1 bilhão de reais em investimentos em FINTECHS nos últimos 3 anos e este número só tende a crescer.

Segundo a IUGU, a primeira plataforma online para automação financeira do Brasil, um dos principais motivos de crescimento do setor é a busca por automação de processos.

“É possível, por exemplo, conseguir um aumento significativo da produtividade, diminuir custos e melhorar a lucratividade, além de alcançar uma redução do tempo de execução das atividades do dia a dia de forma expressiva.” Patrick Negri, CEO da IUGU

Como é possível observar, infinitas possibilidades podem ser utilizadas visando ganhos significativos. Dentre eles: otimização do tempo e dinheiro, aumento da segurança e diminuição de erros humanos. A prova deste momento vivido pelo mercado financeiro, é apresentada na pesquisa feita pelo grupo financeiro multinacional Goldman Sachs. Nela, ficou comprovado que, cerca de US$ 4,7 trilhões de dólares em receita podem passar para as mãos das FINTECHS nos próximos anos. Inclusive, na mesma pesquisa, a Goldman identificou que cerca de 33% da famosa geração Y acredita que nos próximos cinco anos não precisarão de um banco.

A evolução da tecnologia vem trazendo benefícios positivos para diversos segmentos. Para o mercado financeiro, os benefícios estão associados principalmente à redução de custos bancários e diminuição da burocracia. Para muitas empresas esses dois principais benefícios contribuem de forma significativa para diminuição da quantidade de rotinas administrativas, financeira e contábeis. Representando assim uma expressiva redução dos custos não só com tarifas bancárias. A inteligência por trás da cobrança, previsibilidade dos pagamentos, acompanhamento em tempo real da inadimplência, etc são fortes fatores para adoção ao conceito de FINTECHS para o seu negócio. E o Sivirino.com é uma delas. Com uma plataforma de gestão e rede social na nuvem, é possível promover maior relacionamento e facilidades entre moradores, síndicos profissionais, administradoras de condomínio e prestadores de serviços de diversas naturezas.

Desta forma todo mundo ganha. O condomínio facilita a comunicação e maximiza a transparência, o prestador e as empresas que vendem para condomínios aumentam as suas chances de vendas e a administradora de condomínios e o sindico profissional reduz os seus custos com sistema e aumenta a produtividade da equipe de consultores.

Convidamos você a conhecer um pouco mais nossa solução de automação financeira e facilidades para o ecossistema de condomínios acessando nosso site www.sivirino.com.

Seja bem-vindo ao futuro!

Referências:

http://info.iugu.com/servicos-financeiros

https://iugu.com/blog/automacao-de-servicos-financeiros/

https://iugu.com/blog/pesquisa-servicos-financeiros/

http://www.ciab.com.br/publicacoes/edicao/70/ecossistema-em-ebulicao

https://www.dci.com.br/financas/fintechs-se-multiplicam-no-brasil-com-bc-e-cvm-atentos-mas-regulac-o-precaria-1.669015

https://abstartups.com.br/