Tecnologia a favor da Economia em Condomínios

No cenário econômico atual do país, está se tornando cada ano mais caro viver em condomínio. De acordo com Sindicato da Habitação da Bahia (Secovi-BA), alguns condomínios precisaram reajustar a taxa condominial, alcançando um aumento considerável de até 7%. Segundo o G1 e o Correio, este valor é justificado pelo acréscimo na conta de água, que sofreu um reajuste de 8,8% na Bahia, a conta de luz com a média de 3,3% (em 2018 deve chegar a 9% em algumas cidades) e por conta do acréscimo de 1,81% no salário mínimo. Estes gastos influenciam de maneira direta no aumento da taxa condominial, conforme uma publicação do Estadão, as duas maiores despesas condominiais são o quadro de funcionários (mais ou menos 50% do total) e as despesas com energia e água (20% a 25% do total).

Diante dessa realidade, ferramentas que auxiliam a administração financeira do condomínio são bastante úteis para redução de custos. Pensando nisso, minimizar as despesas com medidas simples, é o primeiro passo para uma gestão financeira ponderada. Hoje em dia, há aplicativos gratuitos no mercado que ajudam o condomínio a gerir melhor as despesas, permitindo que os condôminos possam acompanhar de forma interativa e prática os recursos do seu condomínio.

Essas plataformas permitem o acesso instantâneo ao saldo do condomínio, ao relatório mensal de despesas, as contas em atrasos, as receitas, assim como os condôminos inadimplentes. Dessa maneira, gerando de relatórios e resumos financeiros a fim de que se tenha controle dos gastos, visando uma gestão financeira mais acertada. O aplicativo Sivirino.com possui essas funcionalidades e o condomínio também consegue gerar os seus boletos pelo próximo sistema, assim, fica tudo integrado!

À vista disso, o bom gerenciamento das despesas do seu condomínio é de fundamental importância para a redução de custos, implantação de melhorias e maior transparência entre os funcionários e os moradores.